Debaixo do manto estrelado

É debaixo do céu estrelado, que a alma rasteja na plenitude do seu ser. Onde os olhos brilham no segredo da noite, onde os ouvidos escutam o silencio doce e onde a mente navega pela escuridão adentro” – Patricia Vila Nova (11/08/2021)

Nem todos os dias temos estrelas para contemplar. Como todos os dias, a noite pesa de maneira de diferente.

Para muitos, há noites de reflexão, para outros a noite é vida e para outros é um intervalo de uma batalha da vida.

Uma coisa eu sei, viver é uma coisa, mas sentir-se vivo já é outra. Viver é fácil, mas lutar para nos sentir vivos, isso exige muito mais que respirar, comer e existir.

A noite ajuda-me a agradecer pelo dia que passou, relaxa-me e dá-me paz momentânea mostrando-me como estar pronta para um amanhã cheio de coisas boas.

Com ou sem estrelas, eu penso, eu reflito, sonho e volto a encher os pulmões de ar para ter coragem para me sentir viva.

Debaixo do céu, neste momento, sem estrelas, mas sob a vista da minha vila, eu estou onde devia estar, a tirar de dentro e a registar no papel.

A noite é magica, todas as noites são magicas, mas no fundo a magia não esta na noite, mas sim em ti.

Gosto da vista, gosto do movimento que ali vai pela avenida acima.

Hoje não há estrelas no manto na noite. Hoje eu faço a substituição das estrelas e assim deveria ser, assim deve ser como tu te deves sentir. Com ou sem estrelas, nunca deixes de ser a tua própria estrela.

03 Setembro 2021 (00:41)

Monte do Pilar (Póvoa de Lanhoso)

Patricia Vila Nova

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s