Sonolência da vida

A única certeza da vida,
É o que tempo passa
E abraça o fim da linha.
À vidas paradas no tempo,
Que perdem o seu brilho lentamente
E enganados cegamente,
Por medos, angústia ou cansaço
De acreditarem neles próprios.
Faz do fracasso tem aliado,
Limpa a cara, aprende e aplica.
Liberta-te e para voltar a sonhar e a viver
Querer, ter e ser.
Vai gaveta dos sonhos,
e faz por acontecer, torna-os realidade.
Garantias de dias difíceis,
Extremo de exaustão,
Onde a coragem e a vontade
Serão as tuas armas de arranque
Perante toda a pressão.
Tu consegues!
Somos caçadores por natureza
Talhados a perder uma presa
E procurar por mais.
Faz igual da tua vida, dos teus objectivos.
Não andes perdido no sono da vida,
Não vivas desorientado como o vento.
Tic tac tic tac, acorda enquanto há tempo.

Patricia Vila Nova,

12 Novembro 2020

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s