Um poço de sentimentos

Sou um poço de sentimentos,

Que ri e chora,

Grito em silêncio para me manter forte,

Cheia de sorte e azar,

Com gargalhas no espirito,

Mas lagrimas a derramar.

Será por ser mulher?

Será por ser Jovem?

Será por ser humana?

Pulo de alegria,

Como num instante,

Caio de tristeza.

Vivo as cores do arco-íris

E danço ao som só trovão,

Não por ser mulher, jovem e humana,

Mas sim, porque tenho coração.

Sou um poço de sentimentos,

Que transborda e espalha amor,

Que colhe a dor,

E volta transformar tudo isso em esperança.

Em dias mais escuros, ela reluz

E dança, dança…

Aos olhos de uns, maluquinha,

Para outros, feliz,

Para outros, sortuda, que diz

Ou digo… sou um poço de sentimentos,

De lamentos e de tudo que possa haver.

Digam o que disserem,

O importante é ter vida e saber viver.

Patrícia Vila Nova

15/05/2018

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s